#PELAIINDICA - ZOOTOPIA: ESSA CIDADE É UM BICHO





E aí, gente!! Tudo belezinha?

Sei que o blog está meio desatualizado e tal, mas estamos voltando e trazendo mais um #PelaiIndica, com o filme ”Zootopia: Essa cidade é um bicho”, vamos lá?!


Quando vi pela primeira vez o trailer, pensei que seria mais um filme de animação, engraçadinho e exclusivo para crianças, mas me enganei totalmente. Puta que pariu amigo, (Pelai, não fala palavrão, seu Blog não é para maiores de 18, porra! – Palavra da Redação)o filme é muito bom, uma história bacana e cheia de ensinamentos para a criançada. É... a Walt Disney  se supera cada vez mais.

O filme começa em uma cidade de interior, daquelas bem típica mesmo, onde a coelhinha Judy Hppps, filha de agricultores que cultivam cenouras há décadas vive. Judy tem o sonho de ser a primeira coelha policial e mudar para a tão sonhada Zootopia, onde todas, sim todas as espécies de animais convivem em harmonia.

Após muitas críticas a pequenina coelha finalmente se torna policial, e agora precisa lidar com um preconceito do caramba no trabalho (Gente! Mas esse Pelai tá que tá hoje. Segura esses palavrões, cacete – Palavra da Redação). Mesmo sendo a melhor aluna da academia de polícia, Judy vira guarda de trânsito, ou como ela mesma diz, A MELHOR guarda de trânsito.  A trama esquenta quando a coelhinha precisa encontrar uma Lontra que está desaparecida. Judy tem 48 horas para achar essa lontra, caso contrário ela será a primeira policial coelha a ser demitida.

Quando começam as investigações para encontrar o animal desaparecido, a linda coelhinha conta com a ajuda inesperada da raposa Nick Wilde, conhecida por sua malícia e suas infrações na cidade. A dupla que tinha tudo para dar errado, começa a trabalhar em uma sintonia muito positiva. Aí vocês, meus caros leitores, estão se perguntando, “Elas conseguiram, Pelai?” é aí que eu falo... Vão assistir o filme meus lindos leitores, vocês não vão se arrepender.

Muito amor, humor, preconceito e superação é o que vocês vão encontrar nesse longa magnifico.

            O filme segue em cartaz em todas as salas de cinemas do Brasil, inclusive na Cinépolis, corre lá gente. 


CURIOSIDADES:

Em novembro de 2014, a equipe de produção decidiu mudar a história a fim de enfatizar Judy Hopps como personagem principal ao invés de Nick Wilde, pois o público não conseguia conectar-se com ele emocionalmente.

O design de Nick Wilde é fortemente baseado na animação da Disney Robin Hood (1973), cujo personagem principal também é uma raposa.

Nick chama Judy Hopps pelo seu primeiro nome apenas uma vez no filme. Ela a chama de "coelho" ou "cenouras".

Este é o terceiro filme animado da Disney com animais antropomórficos sem a presença de seres humanos ou animais não-antropomórficos, sendo os outros dois Robin Hood (1973) e O Galinho Chicken Little (2005). É também o sexto longa-metragem da empresa que não apresenta personagens humanos. Os outros são Bambi (1942), Robin Hood (1973), O Rei Leão (1994), Dinossauro (2000), e O Galinho Chicken Little (2005).

BILHETERIA:

Até o dia 20 de março, no Brasil foram vendidos mais de 616 mil ingressos. Já nos EUA, onde o filme teve a estreia no começo do mês, já faturou mais de 200 Mil dólares.

AGRADECIMENTOS

Cinépolis Iguatemi Rio Preto

Revisão: Katiuscia Ovídio

Foto: Reprodução 


Comentários

  1. Obrigado pela informação que nos dá muito por trás deste filme. Eu gostei muito que fazer aos animais como seres humanos, mas continuar a respeitar a natureza de cada espécie. Nos cuidados disso colocar muitas espécies no filme e dar personalidade a cada espécie e cada personagem foram tomadas. Muito hábil Disney! não vão bem Disney. Muito ruim, realmente me sinto mal, porque eu não podia ver nos filmes, mas em breve vai Zootopia na TV no caso de você quiser ver, eu faço the'll ver :) Saudações

    ResponderExcluir

Postar um comentário