#PELAIENTREVISTA - OTAVIO UGÁ DO SUPER 8




E aí, gente, tudo bem?

Vocês conhecem Otavio Ugá? Provavelmente sim, mas, não por nome. Ele é ator, roteirista e diretor da Parafernalha, onde ficou até setembro deste ano. Otavio já fez participação em vários vídeos e até novela, acredita? Ah, não podemos nos esquecer do mais novo projeto, um canal no YouTube – Super 8 –  onde ele fala sobre filmes e cinema. Oh menino bom esse!


Ugá tem 32 anos e é formado em direito, enquanto cursava a faculdade começou a fazer teatro. “Isso foi como um chamado que precisei atender. Terminei Direito porque eu não gosto de deixar nada pela metade e porque poderia servir de plano B. E, foi quando mudei para as artes cênicas e audiovisuais.”, relata.

Desde pequeno, Otavio era apaixonado por filmes, séries e até atuava em casa, sim ele atuava pras paredes. “Sobre atuar, eu fazia em casa pras paredes. Criava textos, ensaiava e ficava apresentando com meu colega de elenco imaginário.”, completa.

O colégio onde ele estudava não tinha tradição de apresentar peças de teatro, mas sempre que podia ele inventava e atuava nas apresentações de trabalhos, segundo ele mesmo, só servia para passar vergonha. Foi então, que na faculdade, no terceiro ano de Direito, Ugá decidiu fazer teatro. “Matriculei-me num curso de um mês fornecido pela própria universidade. Depois, quando vi no resultado das avaliações que havia sido “aprovado” e “selecionado”, vim a descobrir que aquele curso era um seletivo para um curso técnico profissionalizante de dois anos e meio. Achei que não daria conta por causa da faculdade, mas decidi arriscar. Acabou que meu astral melhorou tanto que minhas notas na faculdade até subiram.”, conta Ugá.

Otavio já fez algumas participações na TV em duas novelas globais: Duas Caras e A Favorita. “Na novela “Duas Caras”, eu fiz um policial que aparecia com frequência, e em “A Favorita”, eu estava fixo como operário da fábrica. Às vezes eu tinha até fala, olha que chique. Eu batizei os personagens na minha cabeça de Melo e Tadeu. Mas essa informação você só vai encontrar nos extras do DVD. (risos)”, completa.

Após um ano procurando um lugar para atuar, Ugá perdeu as esperanças, fez alguns cadastros, mandou portfólios para as agências, mas, nunca o chamaram para testes. Ele disse ainda que é bem difícil esse meio, pois, sempre tem algum filho, neto, sobrinho primo, etc... “Se eu tivesse aceitado uma proposta indecente que recebi, estaria lá, atuando, mas, decidi manter minha honra e meu bumbum intacto.”, diz.

Bom pessoal, essa foi a primeira entrevista do quadro #PelaiEntrevista. Estou muito feliz que o Otavio tenha aceitado meu convite.

Deixo pra vocês algumas perguntinhas extras. Ah, e não se esqueçam de conferir o canal do Ugá, tenho certeza de que irão gostar.

Otávio, quando foi que decidiu em ter seu próprio canal? E por que o tema de cinema, ao invés do humor?

O meu primeiro canal foi o Porca Miséria, que era de esquetes cômicos e nasceu em 2010, antes da Parafernalha. Foi inclusive o que serviu de portfólio para eu entrar na Para. Eu sempre quis ter um canal solo como hobby, mas o meu envolvimento com os esquetes, no Porca Miséria e, posteriormente, na Parafernalha, foi tão intenso, que não sobrava tempo ou disposição para eu dedicar a mim mesmo (fui contratado como editor, mas também atuava, dirigia e criava). Só que, mais recentemente, quando eu vi vários colegas sendo demitidos, percebi que, apesar de eu ter vestido a camisa e caído de cabeça, atentei que a Parafernalha não era minha e eu poderia ser o próximo a qualquer momento. Tanto é que acabei sendo. Então só apressei o que já estava desenvolvendo desde junho deste ano.
Antes de fazer humor, sou apaixonado por cinema. Apenas fui honesto comigo e com o público. Já que o canal é meu, eu tenho que falar sobre o que mais gosto e tenho propriedade pra falar. Mas como você deve ter visto, eu me permito apresentar com meu jeitinho despudorado.

Com o primeiro vídeo no canal no dia 16 de outubro de 2015 e com mais de nove mil inscritos acha que é uma boa marca? Estava esperando por isso?

Parece uma boa marca e tenho esperança de que seja cada vez melhor. Eu estava esperando sim. Estou trabalhando dentro de metas em pequeno, médio e longo prazo. Fico feliz por estar conseguindo cumprir.

Para finalizarmos, o que podemos esperar do seu mais novo canal? Teremos alguma novidade?


Otávio é isso. Mais uma vez muito obrigado.

Eu que agradeço a gentileza do convite. Espero que a entrevista me traga muitos inscritos. Não me desaponte. Brincadeira, se me trouxer 2, já fico feliz. Quem consegue 2, consegue 10, né? Vamo arredondar? Mil inscritos e não se fala mais nisso. Mas se trouxer 2 mil, eu não reclamarei...
Abração e tudo de bom.
Será que consegue 3 mil? Não estou pressionando, viu? Só pensando sozinho aqui... e compartilhando meus pensamentos.

Grande abraço e follow me!

@lucaspelai

Agradecimentos:

Revisão: Katiuscia Ouvidio

Entrevistado: Otavio Ugá

Comentários

Postar um comentário